terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Como sobreviver a uma junta médica

Deparei-me há uns dias com um pedido de desculpas sui generis na revista da Ordem dos Médicos. Um médico, que participava, indicado pela examinanda, numa Junta Médica, talvez da Segurança Social, da ADSE ou de uma qualquer entidade mui esclarecida, num "momento de ansiedade" (sic), terá escrito a frase lapidar "Esta Junta é uma farsa!"
Como - diz o povo - a verdade magoa sempre, ainda que existam muitas verdades diferentes tantas quantas as pessoas da Terra - os restantes médicos da Junta, nomeados pela tal Entidade Esclarecida , considerando-se, decerto, feridos, se não na sua dignidade profissional, no amor-próprio, ou na dignidade da camisola que envergavam, trataram de processar deontologicamente o infeliz, que se obrigou a um pedido de desculpas formal na revista que toda a classe recebe e, alegadamente, lê.

O episódio é, por si, caricato. Mas, considerando que este blog estar a prestar um serviço às três ou quatro pessoas que o lêem, e para evitar que os médicos assistentes cheguem a este ponto, permite-se dar vários conselhos às pessoas que forem a juntas médicas.

  1. Muna-se de todos os documentos pessoais que conseguir encontrar - carta de condução, passaporte, cartão do cidadão, cartão da FNAC, cartão do ACP, boletim de vacinas, boletim de saúde infantil, boletim de grávida (sobretudo se for do sexo masculino), cartão do clube de vídeo, do ginásio, passe social, cartão de milhas, cartão de crédito, cartão multibanco, cartão do clube juvenil Verbo (de quando era adolescente), caderneta do aluno (da escola secundária), certidão de nascimento, certificado de casamento e/ou de divórcio, certificado de aproveitamento no curso de costura, cartão de sócio do Benfica. Para as pessoas que já faleceram e que vão em caixão, convém levar o certificado de óbito.
  2. Muna-se de todos os relatórios que conseguir encontrar - relatório do médico a dizer que em tempos se encontrava apto para ir à escola, relatório do médico a dizer que até tinha jeito para frequentar o ginásio, relatório do médico a dizer que tocava piano e falava francês, relatório do médico a dizer que  estava bom tempo para o windsurf no dia 30 de Janeiro de 1984 na praia do Guincho, relatório do médico a dizer que nunca mudou de sexo e que, tendo sido registado como Alfredo, nunca se chamou Rosa Maria na sua vida.
    A este respeito, convém que coleccione relatórios de tantos especialistas quanto possível. A lista de especialidades reconhecidas em Portugal e no Brasil encontra-se aqui. Convém ainda, pelo sim pelo não, acrescentar duas ou três, mesmo que os médicos da junta médica não as conheçam, bem como a Medicina Tradicional Vietnamita e a Pedogeriatria.
  3. Muna-se de todos os exames complementares de diagnóstico que tenha lá por casa - desde a ortopantomografia que fez quando tirou os dentes do siso, até aos rastreios imunológicos para doenças venéreas que realizou quando a Ritinha, a sonsinha com quem saía na adolescência, o informou das características anatómicas particulares dos elementos da equipa de futebol lá do bairro. Como é óbvio, pode e deve coleccionar todos os exames da tabela do SNS - para desespero dos sacanas dos seus médicos assistentes, que não os querem passar. Não se esqueça é de levar um Electroencefalograma, não haja para aí um surto de neurogambozinose sifilítica que permaneça indetectado. Não convém é que o mesmo tenha prova de sono, ou que seja quantitativo, senão não vale de nada. O electroencefalograma mostrando ausência de actividade eléctrica, acompanhado do certificado de óbito, constitui uma prova irrefutável de que o examinando não está, de facto, a fingir o rigor mortis...
Uma vez chegado ao sítio onde se vai realizar a junta médica, este blog aconselha-o a adoptar os seguintes comportamentos:
  1. Trate a senhora da recepção por Senhor Vítor.
  2. Trate o segurança por "Antunes, meu camarada de guerra", dê-lhe uma palmadinha nas costas e fale-lhe durante 40 minutos dos bons velhos tempos, em que iam fazer visitas científicas às cubatas.
  3. Sente-se, finja que está a apertar o cinto de segurança e pergunte-lhe quando se levanta voo e onde estão as senhoras que distribuem papo-secos.
  4.  Aguarde a sua vez, pacientemente, perguntando "quanto tempo falta-a-a-a?", de forma cantada, sob a musica do Fur Elise, passando por todos os tons da escala cromática, a cada vinte e dois segundos.
  5. Quando chamado, entre na sala, gritando "Onde é que se come?" com a sua melhor voz bagaceira.
Uma vez entrado para a sala onde está constituida a junta médica:
  1. Cumprimente cordialmente os médicos. Eles estão apenas a fazer o seu trabalho, independentemente de si, do que disser ou fizer.
  2. Se forem dois homens, chame a um deles, Sr. Padre Júlio.
  3. Pergunte onde estão as câmaras e os microfones para falar.
  4. Diga que tem 276,65329 anos.
  5. Quando lhe pedirem o Bilhete de Identidade, mostre o cartão do Clube Amigos Disney da infância.
  6. Quando lhe perguntarem qualquer coisa:
    Diga que foi lá [à Junta] apenas para apanhar o autocarro - e se sabem a que horas é que passa o próximo
     ou Diga que só fala na presença do seu advogado
     ouResponda "Por que quer saber isso? Não falo com intelectuais de esquerda".
    ouUtilize "Arbeit macht frei" como resposta a todas as questões que lhe forem colocadas.
  7. Quando o mandarem sair, vire a secretária de pernas para o ar à procura de câmaras.
Parabéns, acabou de sobreviver a uma junta médica. Cumprimente alegremente o Sr. Vítor e os simpáticos Agentes da Autoridade que acabaram de ser chamados para acorrer ao estardalhaço.



PS - Este blog não tenta nem de uma forma nem de outra fomentar comportamentos agressivos. Qualquer convívio com os simpáticos Agentes que o vierem cumprimentar não pode ser interpretado como uma tentativa em si de o tramar.
Seja responsável. Beba com moderação.



8 comentários:

Sahaisis disse...

Ainda estou agarrada à barriga de tanto rir...

Gatapininha disse...

hehehe,vou ver se sigo o conselho! parece-me de todo, deveras sensato!!!

horta disse...

fantástico, adorei!

Frederico Lopes disse...

obrigado Sr. por tal receita! vou seguir a risca e ver o resultado! e ja agora! alguém sabe a que horas é a carreira?

Wilson Cruz disse...

Damn!!! Muito bom mesmo... acho que estão de folga hoje... vai ter que ir mesmo a pé...

Wilson Cruz disse...

Damn!!! Muito bom mesmo... acho que estão de folga hoje... vai ter que ir mesmo a pé...

Isabel Maria disse...

Pois era isso que deveria ter feito na última junta. Pois entrei eram três com cerca de 150 anos cada uma senhora no meio . Nem olharam para mim .Entreguei relatório médico de psiquiatria em tratamento. Mandaram-me aguardar fora. Recebi um documento para ir trabalhar nas condições que estou ... que mesmo com os medicamentos são 4 da manhã e nada de sono. Vou ter de procurar as câmaras da próxima. Obrigada

Isabel Maria disse...

Pois era isso que deveria ter feito na última junta. Pois entrei eram três com cerca de 150 anos cada uma senhora no meio . Nem olharam para mim .Entreguei relatório médico de psiquiatria em tratamento. Mandaram-me aguardar fora. Recebi um documento para ir trabalhar nas condições que estou ... que mesmo com os medicamentos são 4 da manhã e nada de sono. Vou ter de procurar as câmaras da próxima. Obrigada