terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Mitos da psiquiatria

De acordo com alguns filmes, alguma crença popular, e alguma cultura médica, consubstanciada em certas referenciações à psiquiatria, os psiquiatras têm uma série de características... Aqui vão algumas:

1. Os psiquiatras conseguem avaliar se uma pessoa está a mentir.


É uma das primeiras coisas que nos ensinam durante o internato. Aliás, se durante uma entrevista clínica, o nariz de um doente começar a ficar vermelho, com bolinhas amarelas e azuis a piscar, é de que o doente foge à verdade que devemos suspeitar. Ou disso, ou de que o mesmo está com a ideação delirante de que é uma árvore de natal... Ou então, que que o psiquiatra está a abusar dos ácidos...
Devo dizer que os psiquiatras deviam ser utilizados como detector de mentiras. Aliás, há quem diga que é algo que está a ser estudado pelos americanos. Outras aplicações em estudo incluem utilizar internos de psiquiatria para encontrar traficantes de droga e para procurar pela Maddie... (são mais baratos para o Estado que os cães polícia e ao menos não urinam em qualquer esquina...)

2. Os psiquiatras conseguem ler pensamentos

Sim, claro... Os psiquiatras lêem mesmo a mente... No seu tempo livre, ainda fazem previsões metereológicas e adivinham os números do EuroMilhões... Isto, quando não tomam os comprimidos...
Aliás, quando me levanto, pergunto-me a mim próprio: "Hmmm, deixa cá ver as notícias... Deixa-me cá ligar a televisão... Não, não vou... Basta ler a mente do José Rodrigues dos Santos..."

3. Os psiquiatras analisam qualquer pessoa com quem conversem.

Tenho a noção plena de que não seria bom psiquiatra se não conseguisse descobrir o significado implícito, explícito, objectivo, subjectivo e transsubjectivo, consciente, sub-consciente e inconsciente de uma pessoa que costumo ver rotineiramente, saiba-se lá porque mecanismo (talvez porque mora dois andares acima?) me dizer "Bom Dia".
"Será que o senhor tem uma homossexualidade latente, fruto de uma relação precoce com uma mãe abandónica?" - penso eu quase que por automatismo. E viro-lhe a cara e não lhe respondo, porque o bom psiquiatra não olha os doentes de frente, e reduz as suas palavras ao mínimo.

Aliás, para quê pagar psicanálise (ou qualquer forma de psicoterapia) durante uma vida inteira? Basta uma pessoa tornar-se amiga de um psiquiatra...

4. Os psiquiatras têm por hábito fazer programas de rádio e opinar sobre tipos que telefonam para lá a contar parte da vida.

Admito que sou fã confesso do Carlos Ribeiro. Um dia gostava mesmo de ser como ele... Não é que goste de apresentar o último álbum do Tony Carreira mas o que eu queria mesmo fazer da minha vida era vender colchões da Ideiacasa... Má sorte ter ido para medicina...
Quanto ao opinar sobre (e predizer) o que os outros fazem não é nada que pessoas com muito menos formação em psiquiatria (e mais formação em jipes) não façam para ganhar a vida... Outra ideia em investigação é utilizar psiquiatras reformados para comentar jogos de futebol. Assim, já não assistiremos ao famoso "Benarrivo, 1,60m, três filhos, dois enteados, uma mulher e três amantes" para passarmos a ter o não menos espectacular "Adérito, com esquemas cognitivos disfuncionais, ideias deliróides de ruína e um luto mal resolvido, passa a bola a Ambrósio, 33 anos, psicose paranóide a cannabis aos 19..."

4. Os psiquiatras do Continente são todos comunistas

Claro que sim. Eu nunca estudei pelo Kaplan, essa pérola do imperialismo americano. O livro de texto recomendado no internato é "O Capital", de Karl Marx. E quem o negar não passa de um pulha fascizóide. E disse.


5. O consultório de um psiquiatra tem obrigatoriamente de ter um divã.
Sim, e os psiquiatras têm todos barba branca e fumam cachimbo.
É mais o quarto de um psiquiatra, mas pode ser, de bom grado trocado por um soummier, uma cama ou um colchão da IdeiaCasa, que ao preço a que é vendido, nem dá para comprar a cama...

6. Os psiquiatras servem para dar aos doentes, ou aos familiares de doentes, a notícia de que têm uma doença grave

Sim, claro... Aliás, os psiquiatras substituem o médico assistente em muitas das suas funções... Auscultam, pedem exames, passam receitas, falam com a família... Só não fazem é diagnósticos, porque, aqui para nós que ninguém nos ouve, eles nem sequer são médicos... São engenheiros civis disfarçados... E toda a gente sabe que os engenheiros civis, e não os médicos, é que são treinados para dar más notícias aos doentes.


7. Os psiquiatras passam a vida a falar de sexo.

Nós? Quer dizer... Os camionistas também... E os homens das obras... E as letras da Madonna, que de vez em quando é uma mulher séria...

8. Vá lá... Vocês interpretam tudo como ligado a sexo.

Vocês? Por acaso com a expressão "Vocês" não está a sugerir um bacanal? Interpretam... Hmmm, isso remete-nos para as magníficas interpretações de algumas divas do Salão Erótico de Lisboa... Tudo? Essa é fácil.... Querem que eu seja mais explícito? Como... Vem do verbo comer.... Também querem que eu seja explícito? Ligado: Ligar=Unir... Isso explica muita coisa. A: Não é "A", é o AHHHHH orgásmico; Sexo... Não consigo perceber como é que essa palavra se relaciona com o coito...


PS - Espero que ninguém fique magoado com este post, nem se reveja no mesmo... (Magoado? Hmmm...)

10 comentários:

Ana disse...

Mais um post delirante ao teu bom estilo.
E fico feliz por desfazeres uma série de mitos da tua nobre profissão, já posso assegurar à madrinha que ,sim, és um médico a sério.
beijos

Luisa_B disse...

Bem carissimo Dr. eu cá fui às lágrimas...de tanto rir e por acaso estava aprecisar. Quanto lhe devo? Ah aqui é gratis! Valha-me ao menos isso ehehehe.
Adorei,mesmo. Acho que vou ter de começar a tentar ir a Lisboa para umas consultas de factoo com um Psiquiatra assim não há doente que fique doido.
Bom fim-de-semana e boa continuação de inspiração.

Psiquiatra da Net disse...

Médico a sério, eu?
Errr... Eu estava mesmo convencido, de forma não rebatível pela argumentação lógica, de que era Engenheiro Civil... Até fiz a cadeira de Inglês Técnico e tudo...

abeiradoabismo disse...

Olá tambem ando a 5 meses nun colega seus porque tenho ou tive ataques de panico e por acaso faz me bem as minhas consultas tb são so rir não sei se é por ele ser novo ainda é interno mas que me fez muito bem fez e isso é que importa.Já agora ja vi eng do calhau mais mal disposto que o Drº

Sahaisis disse...

uhm...bem eu ia comentar este post mas lembrei-me dos mitos das enfermeiras...bem...e enfim...vou ali arranjar uma saia 5 dedos acima do joelho e...e...pensar em comida...bem mas depois tenho de pensar em fraldas sujas...uhm...fartei-me de rir...e mitos são só isso mitos...toda a gente sabe que não são os psiquiatras que lêem as mentes. são os divãs que depois transmitem a informação directamente para o chip plantado na cabeço do psico...quiatra...

Lete´s do it! disse...

Rárárárárá....
Boa onda!!!!
Tem a noção que está a fazer terapia individual e colectiva?Rscrscrsc! E mais!!!...De borla!!!
Obrigado Shô Dôtorrr! You made my day!

AnaCS disse...

Lindo... simplesmente. E tão verdadeiro!

kaixinha disse...

Parabéns! Gostei do sentido de humor e do conteúdo :-)

Angelo Italo Mainine Neto disse...

Gostei do bom humor, aliás outro mito: psiquiatras são pessoas mal homradas e frias e tem que ter sempre uma cara carrancuda para demonstrar seriedade.

Carlinha disse...

O máximo adorei.